O que é Absenteísmo e como tirar esse problema da sua empresa
09 de Mar de 2018

O que é Absenteísmo e como tirar esse problema da sua empresa

Absenteísmo blog

Absenteísmo é uma palavra com origem no latim, onde absens significa “estar fora, afastado ou ausente”. O absenteísmo consiste no ato de se abster de alguma atividade ou função.
Absenteísmo nas organizações é a ausência da pessoa na empresa, ou seja, quando ela falta ao trabalho. E ela pode ocorrer de maneira justificada e injustificada e pode ser causada por inúmeras razões: doenças, acidentes de trabalho, direitos legais (doação de sangue, participação em júris ou eleições, licença maternidade, entre outros), fatores sociais (doença de familiares), fatores culturais (emendar feriados, feriados religiosos não oficiais) e a falta não justificada. Isso representa um dos maiores motivos para a baixa produtividade das organizações.
A falta ao trabalho muitas vezes pode ser só a ponta do iceberg, existindo problemas bem maiores, esse funcionário acabou fazendo isso por motivos justificáveis e outras vezes não. Nesse momento é que o feeling do gestor é que fará a diferença entre punir ou não.
O absenteísmo excessivo não só impede o cumprimento das metas propostas, causando dificuldades operacionais, como desintegra a equipe de trabalho e traz desconforto para a empresa.
Por trás do índice de absenteísmo pode-se encontrar uma variada gama de problemas que interferem diretamente na qualidade de vida do funcionário e, portanto, em seu desempenho e assiduidade.
Estes problemas podem ser de natureza pessoal, biológica, ambiental, social, familiar, financeira, funcional e, inclusive, estarem relacionados à própria estrutura organizacional.
As principais causas, efeitos e soluções para o absenteísmo são:

1- Problemas pessoais
Causas – Problemas familiares, problemas psicológicos, desgastes físicos e mentais que atingem em particular as mulheres, porém pode afetar os homens também.
Efeitos – O funcionário devido a tristeza não consegue ir trabalhar e entendendo que o trabalho é uma sequência de ações em que cada pessoa realiza uma parte vital de um todo, portanto devido a essa falta de um empregado outros serão sobrecarregados.
Solução – Ajuda psicológica ou a procura por um auxílio médico.

2- Culpa da Organização
Causas – Longas jornadas de trabalho, condições de insalubridade do ambiente de trabalho, baixa remuneração, duplo emprego e tensão
Efeitos – Equipe desmotivada, cansada e sem perspectiva. Os colaboradores sentirão esses feitos e o “efeito dominó” se fará presente.
Solução – Jornadas mais flexíveis, um olhar mais atendo por parte do líder, mais comunicação e melhores condições de trabalho.

3- Estresse
Causas – Pessoais ou Organizacionais
Efeitos – Perturbação física ou emocional que irá gerar efeitos negativos na equipe, podendo contagiar todo o time.
Solução – Ajuda psicologia, prática de algum esporte e paciência.

4- Atritos do dia-dia
Causas – Divergências de opiniões.
Efeitos – Se não for resolvido imediatamente pode gerar uma grande confusão, fazendo com que uma das partes falte no dia seguinte.
Solução – Mais comunicação entra a equipe e uma supervisão mais presente.

5- Má liderança
Causas – Líder não sabe liderar.
Efeitos – A equipe não entende o que o líder diz e então isso gera uma instabilidade na equipe, ou seja, os empregados começam a faltar.
Solução – Líderes mais participativos, treinamentos melhores e líderes que saibam ouvir os seus liderados.

6- Comunicação
Causas – Comunicação ineficaz.
Efeitos – Ruídos começam a surgir na comunicação, ninguém entende mais nada e nesse momento as faltas começam a surgir.
Solução – Escolher melhores maneiras de comunicação e procurar ser mais objetivo na hora de passar informação.

7- Falta de Feedback
Causas – Líder não passa mais feedback a sua equipe.
Efeitos – Funcionários ficam desorientados e não sabem mais para onde ir.
Solução – Fazer diversas reuniões, dar feedbacks individuais e procurar valorizar o capital humano.

8- Perfil incompatível
Causas – Empregado não possui o perfil para a vaga.
Efeitos – O empregado não consegue absorver o que a organização quer, e desmotivado começa a faltar.
Solução – Melhores treinamentos ao Recrutamento e Seleção.

A organização é grande e por ser grande muitas vezes enxerga o funcionário como uma peça de uma engrenagem, ou seja, é substituível. Na outra ponta o empregado vê a organização como uma chefão malvado, ou seja, vai mandar e nunca vai querer o meu bem.
Essa batalha poderia ser resolvida com uma simples conversa, mas a guerra de egos muitas vezes não permite, então o que sobra: Prejudicar os outros.
Muitas vezes aquele funcionário que nada tem a ver com isso é sobrecarregado, pois o funcionário que faltou tá fazendo falta, e o empregador não quer manda-lo embora, pois espera que ele peça demissão, porque aí a empresa tem menos gasto. Só que o funcionário que está faltando também não é inocente, e não vai pedir a conta, afinal não quer perder os seus direitos.
Nesse ponto, uma crise está instaurada, porque os outros funcionários se sentem desmotivados e essa “guerrinha” agora afetou a equipe, pois o colaborador que queria ser mandado embora viu que a organização não manda embora, e a organização por não demitir o funcionário que está faltando, então abre outro precedente, pois os outros funcionários sabem que podem faltar e não serão mandados embora.
Mais uma vez, voltamos ao velho bom senso, enquanto organização e colaborador olharem para aquele sistema como apenas um “balcão de negócios”, esse tipo de coisa vai acontecer, porque ambos não estão pensando como equipe e sim apenas em si, pois se pensassem igual equipe, estariam privilegiando a equipe e não a eles mesmos.
Podemos ver e analisar que muitas vezes o absentismo poderia ser resolvido com uma simples conversa, um simples treinamento ou mesmo com um feeling de todas as partes maiores, mas isso não acontece. E não acontece justamente por isso, ou seja, pela falta de sensibilidade de ambos.
Ser líder não é ser chefe, ser líder é ser o espelho da equipe. E se liderado não é só cumprir ordem, porque a ordem foi dada, ser liderado é confiar no líder. A equipe deve ser espelho do líder e o líder deve ser espelho da equipe.
A organização é um grande sistema e pequenas falhas são normais, o que vai resolver o problema do absenteísmo é ter um olhar mais humano, e principalmente um feeling para estender a mão, e por parte do empregado, é ter um olhar menos malvado para a organização.
Nós da Conduzir Pessoas auxiliamos diversos líderes, gestores e funcionários em empresas em Goiânia e região e podemos ajudar você também a acabar com o absenteísmo e alcançar resultados magníficos. Fale com a gente!

 

*Com informações do blog Software Avaliação.